• conecttamindfulnes

O segredo da autocompaixão é ter empatia para com seu futuro


Em geral, os seres humanos têm problemas em fazer coisas que são boas para o nosso bem estar a longo prazo, mas isso pode ser um desafio a curto prazo.

Meditar ou se exercitar regularmente são bons exemplos de hábitos nos quais a autodisciplina é necessária. Pode ser estressante adaptar uma prática regular de meditação ou uma rotina de exercícios às nossas vidas já ocupadas. Pode ser difícil sentar-se quando nos sentimos inquietos e o exercício tende a causar desconforto. É claro que, a longo prazo, essas coisas são muito benéficas para nós e nos tornam mais saudáveis ​​e felizes. Mas o longo prazo não está aqui, agora, a curto prazo sim . O futuro parece estar longe e podemos ter dificuldade em levá-lo a sério.

Podemos tentar fazer isso com “força de vontade” , forçando-nos a fazer coisas que são difíceis agora, mas que trazem benefícios a longo prazo, mas pode ser difícil manter esse tipo de esforço. De fato, muitas vezes há uma reação negativa (backlash). Nós fazemos dieta, mas depois nós comemos. Nós treinamos duro, mas estamos exaustos e não fazemos mais nada.

Eu encontrei uma maneira incrivelmente simples (e compassiva) de superar a resistência de curto prazo e comprometer-me com o seu bem estar a longo prazo. Em outras palavras, descobri que a AUTODISCIPLINA pode surgir da AUTOCOMPAIXÃO . De fato, a autocompaixão facilita a autodisciplina. Eu gostaria de explicar como isso funciona.

Aqui está o truque simples: faça com que o seu “eu presente” trate o seu “eu futuro” com compaixão. Trate o seu “eu futuro” como amigo(a) e seja gentil com ele(a).

…. então aqui estão alguns exemplos:

É tarde, e estou prestes a ir para a cama quando percebo que ainda há pratos sujos na cozinha. Normalmente, eu poderia dizer “Ah! Deixa pra lá!!” e deixá-los até a manhã. Mas então eu penso sobre como Bodhipaksa-de-manhã vai se sentir em acordar em uma cozinha suja. Ele vai ter uma sensação desagradável de afundar. Eu penso sobre como Bodhipaksa-de-manhã vai se sentir sobre acordar em uma cozinha limpa. Percebo que ele será feliz e também grato a Bodhipaksa-da-tarde. Então eu lavo os pratos. Eu me sinto bem sabendo que ajudei Bodhipaksa-da-manhã.

Eu quero ir correr, mas estou cansado e está chuviscando. Mais uma vez, minha primeira resposta é: “deixa isso pra lá!” Mas então eu penso mais uma vez como Bodhipaksa vai se sentir depois de fazer isso. A partir de experiências anteriores, acho que ele estará cansado imediatamente depois, mas ele também terá uma ótima corrida e sentirá uma sensação de realização. Bem, eu quero isso para Bodhipaksa pós-corrida, então eu coloco minha roupa de corrida e saio pela porta. E acontece que o Bodhipaksa pós-corrida se sente muito feliz. Ele até diz obrigado ao pré- corrida- Bodhipaksa

É um daqueles meses em que tento tomar cuidado com meu dinheiro, mas um amigo está animado com um novo livro e eu só pesquisei online. Eu realmente quero ler este livro e tenho estado um pouco estressado, então seria um bom presente. Eu posso obter uma recompensa simplesmente clicando no botão “comprar”. Mas então penso no futuro-Bodhipaksa. Como ele se sentirá quando o fim do mês se aproximar e seu saldo bancário estiver baixo? Será que ele ficará contente pelo fato de Bodhipaksa anterior ter comprado o livro, ou desejará que o passado Bodhipaksa tenha deixado passar? Provavelmente o último. Você quase certamente se sentirá muito mais feliz por ter economizado o dinheiro.

Morder o anzol e desistir facilmente envolve pensar a curto prazo : isso parece desagradável agora, então vou parar de fazê-lo. AUTOCOMPAIXÃO, por outro lado, tem a ver com o que irá beneficiar você. LONGO PRAZO : isso parece desagradável agora, mas como me sentirei mais tarde?

Este modo de estabelecer uma relação de EMPATIA E COMPAIXÃO com o seu eu futuro facilita a AUTODISCIPLINA . Custa-nos a maior parte do esforço para nos convencer a fazer o que for necessário para nos beneficiar a longo prazo. Ter empatia pelo nosso eu futuro impede que a autodisciplina seja AUTOCASTIGO e o converte em AUTOCUIDADO .

É menos provável que haja uma reação negativa (backlash), porque você não está se forçando a fazer nada; em vez disso, você está se persuadindo de maneira racional e gentil. Imaginar os sentimentos agradáveis ​​que o seu eu futuro terá como resultado de suas ações presentes, traz uma sensação de alegria no momento presente. Ter GRATIDÃO no futuro pelas ações do seu eu passado também é uma fonte de felicidade . Tudo isso é muito mais agradável do que tentar “com a força da vontade”. E uma abordagem de autocompaixão ajuda você a se sentir melhor consigo mesmo, porque se vê não como um INIMIGO ou como um obstáculo à sua própria felicidade, mas como AMIGO e como alguém que o ajuda a viver feliz.

Em suma, quando você tem empatia pelo seu “eu futuro”, é muito mais fácil evitar o comportamento impulsivo e contraproducente , e agir de uma maneira que promova seu bem-estar a longo prazo.

Artigo  original The secret to self-discipline is having empathy for your future self de Bodhipaksa, Membro da Ordem Budista Triratna, fundador da Wildmind, autor do livro “Aprende a meditar”, Editorial Siglantana. Traducción en Espanhol: Dharmakirti Zuazquita 2018.

Tradução em Português: Alessandra Santi 2018.

102 visualizações0 comentário
 

(11)974867189

©2019 by Conectta Mindfulness e AutoCompaixão. 
Cnpj 14.874.243/001-63
Crm-sp 145-119